Copyright 2016 - Design by opteck binary - Custom text here

“Você conhece meu pai?”

Enquanto minha esposa Lisa preparava jantar numa Quarta-feira, ela ouviu a tropa subindo a escada. Tianna entrou toda desesperada e falou, “Mãe, há um homem que foi espancado e ele está jogado na praça, sangrando”. Entre o que ela falava e o que Jordan falou, deu para entender que um morador de rua foi espancado por outros moradores de rua e ele com todos os seus pertences estavam jogados na praça. O homem nem podia se levantar. O coração da minha esposa quebrou por ele e ela começou orar em voz alta para Jesus ajudar ele. Assim ela tirou o macarrão do fogo e foi descer para ver a situação. Vendo o homem velho jogado na grama no outro lado da rua, ela me chamou e explicou a situação. Eu e uns homens da igreja fomos imediatamente para a praça para ajudar o homem no que podíamos e orar por ele. E os nossos filhos, não querendo ficar fora da ação e querendo “ajudar” foram também. Jordan foi logo comigo e chegou ao lado do homem sangrando e falou, “Aqui é meu pai, aquele que eu estava falando para você”. E assim eu sentei na grama com Jordan e o homem, fomos orar e falar de Jesus enquanto esperávamos a ambulância chegar.

No meio de todas essas conversas de sexo antes de casar e preservar a sua virgindade, eu decidi pegar uma carona e falar também do assunto.

Imagine se esse fosse um daqueles sites no qual você pode ganhar um carro e... de repente, você entrou e ganhou. Agora, você tem que escolher o seu prêmio. Você pode receber um Fusca, ano de 1976, amanhã ou você pode esperar um tempo indeterminado, mas garantido, para receber uma Ferrari zerada. Qual você vai escolher? Para mim, a escolha é fácil. Eu estou disposto a esperar pela Ferrari. Um carro que eu, pessoalmente, acho lindo demais. Fusca ou Ferrari, qual você quer?

Se uma pizzaria muito boa revelasse a você que 1 em 10 (10%) de seus fregueses ficaram com uma doença intestinal e alguns até morreram, você comeria lá? Eu sei que com certeza, eu não iria. E olha que eu gosto muito de pizza. O problema pra mim seria o risco, que é alto demais. Nenhum pedaço de pizza vale arriscar a minha vida.